Porquê

PRINCÍPIOS TUU PARA O SUCESSO DE UMA OBRA

01

Não se decide uma adjudicação sem um mínimo de 3 consultas ao mercado.

02

Uma boa coordenação de projeto reduz a probabilidade de conflitos durante a obra.

03

Não se adjudicam trabalhos a amigos só por serem amigos.

04

Não se inicia uma empreitada sem um planeamento adequado.

05

As decisões de projeto não podem ser tomadas em obra.

06

A adjudicação direta da empreitada nem sempre é a solução mais económica.

07

Na obra, trabalho feito, trabalho pago.

A TIMELINE DO PROJETO PERFEITO

Aquisição

1. Scouting

Procura de um imóvel/investimento, ou no caso de o cliente já ter o imóvel, na recolha e análise dos documentos associados ao imóvel;

2. Apoio Financeiro

Assistência para simulação de crédito bancário e o respetivo contrato com o banco;

3. Apoio Jurídico

Escolha e contratação de um advogado para a elaboração do contrato de compra e venda;

Projecto Arquitetura

4. Levantamento

Levantamento topográfico do terreno e/ou arquitétonico dos elementos construtivos existentes;

5. Conceito

Assistência para simulação de crédito bancário e o respetivo contrato com o banco;

6. Estudo prévio

Desenvolvimento com maior detalhe da fase anterior, que já inclui imagens 3D;

7. Projecto base

O projeto terá um grau de desenvolvimento maior que no estudo prévio, incorporando já soluções construtivas estruturais e técnicas. Esta fase prepara todas as peças escritas e desenhadas para apresentação do projeto para Licenciamento;

8. Licenciamento

Inicia-se com a aprovação da fase anterior pelo Dono de Obra, de seguida verifica-se a necessidade de licenciamento, em caso afirmativo a equipa responsável organiza a documentação necessária na respectiva câmara municipal;

9. Licenciamento de especialidades

Pressupõe a adjudicação do projeto de especialidades e a entrega do mesmo nas respetivas entidades licenciadoras;

10. Projeto de execução

O Projeto de Execução de Arquitetura integra a pormenorização do projeto de arquitetura de acordo com o projeto de especialidades, com nível de detalhe elevado;

Negociação

11. Revisão de projeto

O gestor de projeto recolhe e revê todos os elementos desenvolvidos na categoria anterior;

12. Negociação da empreitada

Inclui o lançamento do concurso de empreitada, a análise das propostas e a adjudicação;

13. Negociação de fornecedores

Inclui a elaboração do caderno de encargos e mapa de quantidades, lançamento de concurso e adjudicação. Esta fase pode dividir-se em 3 etapas diferentes.

Obra

14. Empreitada

Engloba o acompanhamento da empreitada, o controlo financeiro contratual e dos trabalhos a mais, a provação de materiais, o controlo de planeamento, a gestão de pedidos de esclarecimento, e muito mais;

15. Fiscalização

Engloba o acompanhamento da empreitada, o controlo financeiro contratual e dos trabalhos a mais, a provação de materiais, o controlo de planeamento, a gestão de pedidos de esclarecimento, e muito mais;

16. Coordenação de segurança

O Dono de Obra é o principal responsável pelas condições de segurança na construção do seu investimento. Da fase de projeto à obra é necessário assegurar a Coordenação de Segurança;

17. Acompanhamento ambiental

O Dono de Obra é responsável pelo desempenho ambiental na sua empreitada, e se a obra teve Avaliação de Impacte Ambiental é fundamental o acompanhamento por um Eng. do Ambiente;

Pós-venda

18. Apoio ao licenciamento

Onde acontece a receção provisória do empreiteiro ao cliente, e o contacto das entidades licenciadoras para a vistoria da obra;

19. Pós-venda

Apoio ao cliente durante o período de garantia dos trabalhos;

20. Receção definitiva

Acontece no fim do prazo da garantia, quando o empreiteiro deixa de ter qualquer responsabilidade sobre o construído, e onde se realiza uma última vistoria;